DO QUE SE TRATA A LGPD?

Antes de falar um pouco mais da LGPD, primeiro precisamos entender a importância da lei e a razão pela qual seus dados pessoais são tão importantes, e porque precisamos evitar sua comercialização e uso sem autorização.

Você sabe o que são DADOS PESSOAIS?

A Lei define que Dados Pessoais são informações relacionadas a pessoa natural identificada ou identificável.

A Lei definiu também o que são Dados Sensíveis, sendo: dado pessoal sobre origem racial ou étnica, convicção religiosa, opinião política, filiação a sindicato ou a organização de caráter religioso, filosófico ou político, dado referente à saúde ou à vida sexual, dado genético ou biométrico, quando vinculado a uma pessoa natural.

Por que a LGPD foi criada?

O objetivo principal da LGPD é manter e proteger o uso dos Dados Pessoais de Pessoas Físicas. Evitar que o tratamento de dados seja feito sem qualquer restrição ou consentimento do titular.

Tratamento de dados é toda operação realizada com dados pessoais, como coleta, produção, recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão, distribuição, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação ou controle da informação, modificação, comunicação, transferência, difusão ou extração.

 

Quem é afetado pela LGPD?

TODAS as Pessoas Jurídicas (EMPRESAS, ASSOCIAÇÕES, PARTIDOS POLÍTICOS ETC.) serão afetadas e terão que se adequar a nova Lei. A condição básica é a de realizar algum tipo de tratamento de dados pessoais, como por exemplo, desde um simples cadastro de clientes e processamento da folha de pagamentos até mais sofisticados para definição de perfil de consumidores, sítios eletrônicos, big data, etc.

A ANPD pode aplicar sanções pelo descumprimento da Lei?

SIM, cabe lembrar, em primeiro lugar, que os dispositivos da LGPD que tratam de sanções administrativas entrarão em vigor em 1º de agosto de 2021. A partir dessa data, a ANPD poderá aplicar sanções administrativas. Lei 14.010/2020.


Não se preocupe!

A Data Protection Brasil auxiliará sua empresa em todas as etapas do processo, desde o mapeamento das atividades de tratamento de dados de sua empresa, na revisão e adequação de seus contratos, na gestão do consentimento do cliente, na implementação das medidas de segurança, no desenho de uma estrutura de governança de tratamento de dados pessoais e, principalmente, atuando como Encarregado de Tratamento de Dados Pessoais (D.P.O) para sua empresa, atendendo às demandas dos titulares de dados e fazendo o relacionamento com a Autoridade Nacional.

24 de novembro de 2020
As filmagens em câmeras de vigilância e a LGPD
As imagens coletadas por câmeras de segurança, por possibilitar a identificação de pessoas, é considerado um dado pessoal. Por ser uma informação pessoal deverá respeitar os […]
19 de novembro de 2020
Como descartar dados sensíveis e prevenir cibercrimes diante da LGPD?
A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) está em vigor no Brasil desde o último dia 18 de setembro. Apesar disso, muitas empresas ainda […]
11 de novembro de 2020
LGPD pode ser usada contra o STJ
Lei também deve ser cumprida por órgãos públicos Caso o ataque hacker cause danos a titulares de dados pessoais que sejam perdidos ou vazados, o Superior […]

QUERO ME ADEQUAR!

Clique no botão abaixo e solicite um atendimento personalizado, TOTALMENTE GRATUITO!
Selo_DataProtectionDPO_OK

Contato

+55 (11) 3242-7298

contato@dataprotectionbrasil.com.br

Formulário LGPD
Open chat